Topo Ir para conteúdo

Caminho Português Central (por Braga)


Com cerca de 14 Km este percurso linear abrange três freguesias do Concelho da Trofa, nomeadamente a União de Freguesias do Coronado (S. Mamede e S. Romão), Covelas e a União de Freguesias de Bougado (S. Martinho e Santiago). Tem uma duração aproximada de 3h30m e tem um grau de dificuldade médio. Passa junto da Capela do Divino Espírito Santo, da Capela de São Bartolomeu e, na sua parte final, pelo troço da antiga via romana no lugar de Ervosa que liga à Ponte da Lagoncinha. Ao longo do percurso, encontra-se ainda a Igreja Matriz de São Romão do Coronado e a Capela de São Gonçalo, em Covelas, elemento central da Romaria de S. Gonçalo, que a ela ocorrem milhares de romeiros - muitos dos quais organizados em grupos a pé, a cavalo e bicicleta.

Para além do património cultural, este percurso permite ainda a observação das áreas agrícolas e florestais que aumentam o conhecimento e enriquecem a experiência de quem o faz.

Uma especificidade desta etapa do Caminho é o facto de ser possível visitar as oficinas de “santeiros”, ou seja, de escultores e pintores de imagens religiosas em madeira. Esta atividade ganhou aqui grande importância a partir do momento em que o mestre José Ferreira Thedim produziu a primeira imagem da Virgem de Fátima, em 1920. Junto a estas oficinas também é possível conhecer o Jardim Escultura, uma instalação de arte contemporânea da autoria de Alberto Carneiro.

  

Altimetria e Cotas

Itinerário do troço do Caminho de Santiago - Trofa

Distância total (km)

13,78

Cota máxima (m)

207,7

Cota mínima (m)

41,3

Documentos