Topo Ir para conteúdo

DIABÉTICOS COM LINHA DE APOIO GRATUITA EM TEMPO DE PANDEMIA

COVID19
30 março, 2020
DIABÉTICOS COM LINHA DE APOIO GRATUITA EM TEMPO DE PANDEMIA
DIABÉTICOS COM LINHA DE APOIO GRATUITA EM TEMPO DE PANDEMIA

MAIS UMA MEDIDA DE SERVIÇO PÚBLICO NO ÂMBITO DO COVID 19

Ciente da importância da divulgação de informação fidedigna, a Câmara Municipal da Trofa continua a difundir informações consideradas pertinentes, que possam contribuir para que os cidadãos estejam informados sobre apoios que têm ao dispor, durante a pandemia.

Assim, divulgamos que a APDP – Associação Protetora dos Diabéticos em Portugal decidiu criar uma linha de apoio gratuita para ajudar e aconselhar as pessoas que têm diabetes. O objetivo é evitar deslocações necessárias às unidades de saúde, apoiando uma faixa populacional de elevado risco.


A chamada para a linha de apoio gratuita pode ser feita através do número 21 381 61 61. A linha funciona entre as 08h00 e as 20h00, incluindo fins de semana.

A linha de apoio gratuita, criada pela Associação Protetora dos Diabéticos em Portugal, tem como objetivo ajudar e aconselhar as pessoas que têm diabetes, evitando deslocações desnecessárias às unidades de saúde, e, por conseguinte, a propagação do novo Coronavírus. A linha de apoio conta, para já, com quatro enfermeiros, estando prevista para breve a entrada de novos profissionais.

Em comunicado, o presidente da APDP, José Manuel Boavida, explica que “esta medida é uma atitude preventiva, pois evitará deslocações desnecessárias, inclusive às urgências, e dará resposta às necessidades de uma população de elevado risco, que necessita de manter um bom controlo e não pode ser abandonada nas suas casas”.

Pessoas com mais de 60 anos e com diabetes devem manter uma quarentena rigorosa, alerta José Manuel Boavida. “No entanto, estas pessoas continuam a necessitar que todas as suas dúvidas sejam esclarecidas, nomeadamente sobre os ajustes da própria terapêutica e de um encaminhamento eventual para uma consulta de urgência ou outro tipo de apoio por parte de equipas de saúde”.

Para garantir um funcionamento qualitativo desta linha, a Associação Protetora dos Diabéticos em Portugal apela ao apoio à iniciativa por parte das empresas de telecomunicações nacionais.