Topo Ir para conteúdo

Castro de Alvarelhos

R. Sobre-Sá 382, 4745-114

Monumento Nacional, desde 1910, localiza-se na União de Freguesias de Alvarelhos e Guidões, na Serra de St.ª Eufémia, numa elevação na margem direita do ribeiro da Aldeia. Encontra-se protegido por uma zona especial de proteção com cerca de 130 hectares que ultrapassa os limites do concelho da Trofa e se estende para a freguesia de Guilhabreu, concelho de Vila do Conde, abrangendo ainda uma pequena parcela da Vila do Castêlo da Maia, concelho da Maia. Tal perímetro traduz a dimensão desta estação arqueológica colocando-o entre os maiores do Noroeste Peninsular. Teve várias épocas de ocupação, desde os finais da Idade do Bronze à Idade Média, e delas guarda vestígios materiais e arquitetónicos.

A ocupação deste local durante a Idade do Bronze está documentada por cerâmicas polidas e carenadas, machados em pedra polida e lâminas em sílex, sendo, por ora, desconhecidos vestígios de construções desse período.

A zona de visita mais expressiva corresponde a uma plataforma intermédia, onde se identificaram, além de estruturas circulares castrejas, diversos indícios arquitetónicos de romanização, nomeadamente casas de tipo domus, sobrepostas às construções da Idade do Ferro. Do período da ocupação medieval são ainda visitáveis, neste espaço, as ruínas da segunda igreja de Alvarelhos e sepulturas do mesmo período.

O livre acesso à estação arqueológica e a existência do percurso interpretativo permite a realização de visitas sem guia e a qualquer dia.

Localização